Mala Budista com Caveiras em Osso

Japamala budista de osso de camelo (morte natural), toda entalhada à mão por monges tibetanos, usada para meditar.

Todas as contas têm formato de caveiras, símbolo da transitoriedade e da ignorância humana.

A caveira também é símbolo de Kali (que carrega um colar de 108 caveiras em seu pescoço), deusa que rege a morte, o tempo e a superação das ilusões, cuja energia nutre a sabedoria, a libertação e a protecção.
Mala (tipo de rosário) indiano de 54 contas (metade de 108), usado para a meditação com mantras, para que a mente concentre-se no som e energia do mantra e não na contagem da quantidade de repetições.
As repetições – japa – são realizadas 108 vezes (ou vários ciclos de 108 ou divisões de 108), número auspicioso. A cada conta, faz-se ritmicamente uma repetição inteira do mantra trabalhado. A conta principal – meru – que une o mala, não faz parte das repetições, servindo para marcar o início e o fim do japa. Inicia-se a entoação a partir da primeira conta após o meru e ao completar as 108 repetições, vira-se o mala na direção contrária e reinicia-se a partir da última conta – que torna-se então a primeira desse novo ciclo. Na manipulação do mala durante o japa, utiliza-se apenas os dedos médio e polegar da mão direita (e nunca o indicador).

Cada mala tem a energia de seu dono e do mantra para qual é usado e pode ser usado, também pode ser usado para ornar imagens de divindades e como colar de proteção.

Referência:20074005

32.00

Esgotado

Back to Top